Portal do Governo Brasileiro

 Popularização da Ciência do Insa recebe os prefeitosPopularização da Ciência do Insa recebe os prefeitos

 

 

A missão tem o objetivo de conhecer boas práticas de políticas públicas e de incentivo ao empreendedorismo, com foco nos pequenos negócios e em territórios de convivência com o Semiárido.

 

Um grupo de gestores municipais de 13 cidades do estado de Minas Gerais, enviados em uma missão pela Unidade Regional de Jequitinhonha e Mucuri do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae - Minas Gerais), visitou  na manhã de hoje o Instituto Nacional do Semiárido (Insa), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). 

 

Os prefeitos foram acompanhados por consultores do Sebrae da Paraíba e de Minas Gerais e foram recebidos pelos integrantes do Núcleo de Popularização da Ciência do Insa. E vieram dos municípios mineiros de Teófilo Otoni, Caraí, Nanuque, Pedra Azul, Araçuaí, Setubinha. Além destes, Felicio dos Santos, Alvorada de Minas, Almenara, Jequitinhonha, Angelândia, Malacacheta, Ponto dos Volantes e Capelinha.

 

Os participantes vieram em missão ao estado da Paraíba com o objetivo de conhecer boas práticas de políticas públicas e de incentivo ao empreendedorismo, com foco nos pequenos negócios e em territórios de convivência com o Semiárido.

 

A missão realizada no período de 20 a 25 de agosto, passou pelas cidades paraibanas de João Pessoa, Bananeiras, Areia, Monteiro, Cabaceiras, encerrando o roteiro em Campina Grande. Neste percurso, o grupo de gestores conheceu experiências como: programas de empreendedorismo, feiras agroecológicas, propriedades de agricultores, comunidades rurais, turismo rural no Semiárido, caprinovinocultura, experiências de reúso de águas e captação de água de chuva, entre outros.

 

 O grupo conhece o sistema de captação do Instituto O grupo conhece o sistema de captação do Instituto

Visita ao Insa: boas práticas de convivência com o Semiárido

 

No Insa, os gestores municipais puderam assistir a uma apresentação institucional, realizada por Ricardo Lima, pesquisador da área de Geotecnologias e Desertificação do Insa. Houve também a apresentação do Olho N’água – Plataforma Interativa de Acompanhamento dos Reservatórios da Região Semiárida, realizada por Tereza Helena Costa Nunes, pesquisadora da área de Recursos Hídricos do Instituto.

 

Além disso, foram socializados os resultados da Pesquisa Insa-Asa Sistemas Agrícolas Resilientes no Semiárido por Aldrin Martín Perez pesquisador do Núcleo de Desertificação do Insa. Estiveram presentes o diretor do Instituto Nacional do Semiárido, Salomão Medeiros, o coordenado administrativo, Everaldo Gomes, e ainda pesquisadores das áreas de Biodiversidade e Produção Animal do Instituto.

 

O grupo conheceu as experiências de captação e reúso de água desenvolvidas dentro da instituição, onde foram destacadas as boas práticas de convivência com a escassez hídrica que podem ser replicadas em outras áreas com condições semelhantes. E ainda conheceram o Cactário Guimarães Duque, que possui uma coleção de cactos do Semiárido brasileiro e são utilizados para pesquisas científicas e conservação.  

 

De acordo com Arnaldo Júnior Farias, Consultor do Sebrae Paraíba “a avaliação da visita foi muito positiva, pois foi possível conhecer tanto o instituto como sua missão para o Semiárido. Assim, o Insa possibilita o acesso à ações e pesquisas que destaquem as boas práticas de convivência que podem desenvolvidas no Nordeste e no Norte de Minas Gerais”.

 

Texto e Foto: Ermaela Cícera Freire
(Ascom do Insa)

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS


BOLETIM
INFORMATIVO

VÍDEOS

INSA NA
MÍDIA

EDITAIS

EVENTOS