Portal do Governo Brasileiro

Planta do sistema de captação, armazenamento e manejo de água de chuva no Assentamento Vitória, Campina Grande (PB) Planta do sistema de captação, armazenamento e manejo de água de chuva no Assentamento Vitória, Campina Grande (PB)

O “Projeto Águas” levará água potável para o consumo e  de reuso para a produção agrícola em um assentamento rural no Semiárido 

 

Resultado de uma parceria entre o Instituto Nacional do Semiárido (Insa), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação ( MCTI),  e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), representantes dos dois órgãos  reuniram-se ontem, quinta-feira,  dia 21/11, na sede do Incra na Paraíba, em João Pessoa (PB), para analisarem os resultados parciais do “Projeto Águas” em 2013 e traçarem metas para 2014.   Dividido em quatro fases de execução o “Projeto Águas” instalará um sistema piloto simplificado de abastecimento e reuso de água no assentamento rural Vitória, localizado a cerca de 20 km de distância do município de Campina Grande (PB). 

 

Coordenado pelo Núcleo de Recursos Hídricos do Insa em parceria com o Incra,  com o Instituto Federal Baiano (IFbaiano) e a Cooperativa de Trabalho Múltiplo de Apoio às Organizações de Autopromoção (Coonap), a duração estimada do projeto é de dois anos. Ao final do prazo de execução estarão instalados um Sistema de abastecimento coletivo baseado na captação de água de chuva e um Sistema de captação e distribuição de água e coleta de esgoto individual.

 

Iniciada em fevereiro de 2013, a primeira fase constituiu-se em um diagnóstico hídrico e na mobilização da comunidade para seu engajamento no projeto, já que a mão de obra utilizada é voluntária e advinda da própria comunidade, o segundo momento iniciou-se em agosto e prevê a elaboração do projeto básico e a execução das obras do sistema de abastecimento coletivo e individual baseado na captação de água de chuva, a terceira fase consiste na implantação do sistema de reuso de água para produção agrícola e deve ser concluído ainda em 2014. Já a quarta e última fase prevê a formação e capacitação de uma associação de moradores no assentamento rural para gerenciar os sistemas de abastecimento e reuso de água. 

 

Atualmente no assentamento Vitória residem 31 famílias, com população média de 110 pessoas. Desse contingente, 66 são adultos, 11 adolescentes e  33 crianças.  Todos os moradores contam apenas com três cisternas abastecidas por caminhões-pipas como fonte de água potável e o consumo diário por família é de vinte litros diários. Para as demais atividades do dia a dia e da produção agropecuária os assentados precisam se deslocar cerca de 8 km para captarem água em um poço. 

 

A principal atividade econômica da comunidade é a agricultura e a pecuária de subsistência, que se tornam impraticáveis nos períodos de estiagem sem um sistema de abastecimento coletivo e individual baseado na captação de água de chuva.Texto: Rodeildo Clemente (Assessoria de Comunicação do Insa/MCTI). Imagem: Planta do sistema de captação, armazenamento e manejo de água de chuva no Assentamento Vitória, Campina Grande (PB).

 

O “Projeto Águas” tem como objetivo proporcionar segurança hídrica para as comunidades rurais do Semiárido por meio da instalação de sistemas simplificados de abastecimento e reuso de água e da capacitação técnica dos agricultores. 

 

Texto: Rodeildo Clemente (Assessoria de Comunicação do Insa/MCTI)



NOTÍCIAS RELACIONADAS


BOLETIM
INFORMATIVO

VÍDEOS

INSA NA
MÍDIA

EDITAIS

EVENTOS