Portal do Governo Brasileiro

Divulgação/AscomDivulgação/Ascom

Nesta sexta-feira, dia 21/02, a partir das 14h, serão retomadas as atividades do Semiárido em Foco. Na ocasião as experiências do projeto Semiárido em Tela, realizado de agosto a novembro de 2013 no município de Nova Palmeira (PB) serão apresentadas. O Semiárido em Tela é uma ação de popularização da ciência do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI), em parceria com o Cine Mandacaru, que realiza oficinas de formação para produção de vídeodocumentários. O objetivo é difundir os conhecimentos científicos e populares no Semiárido brasileiro em diálogo com as histórias de convivência com a região, a partir do olhar dos próprios moradores da região. 

 

A ideia do Semiárido em Foco desta sexta-feira (21) é apresentar o Semiárido em Tela e discutir sobre como os projetos, escolas e a ciência incorporam a produção audiovisual na educação formal e não formal. E como o auto-registro documental pode ser um instrumento importante na produção de conhecimento e nos projetos de transformação da sociedade brasileira.

 

Quem contará sobre a importância dessa proposta de potencializar e aperfeiçoar o olhar do que já vem acontecendo a alguns anos na comunidade, desde o avanço e o fácil acesso tecnológico, onde todos podem fotografar e filmar, será os próprios alunos do Semiárido em Tela, jovens e educadores da rede pública de ensino e do Centro de Educação Popular (Cenep), além de moradores da comunidade remanescente quilombola Serra do Abreu. A prosa será qualificada com a participação da professora Regina Behar (UFPB) que pesquisa e colabora em projetos que envolvam cinema e educação com jovens das comunidades da Paraíba.

 

Semiárido em Tela

 

O “Semiárido em Tela” é uma iniciativa do Instituto Nacional do Semiárido (Insa) e do Projeto Cine Mandacaru criado em 2011 em Custódia-PE com objetivo de utilizar o vídeo digital como ferramenta para reflexão sobre o Semiárido. O Projeto Piloto Semiárido em Tela ocorreu no período de agosto a novembro de 2013, no município de Nova Palmeira, região semiárida da Paraíba. Ele envolveu a participação de jovens, educadores da rede pública de ensino e do Centro de Educação Popular (Cenep), bem como representantes da comunidade remanescente quilombola Serra do Abreu, zona rural de Nova Palmeira, município este que não dispõe de salas de cinemas ou centros de ciências. Ao final das oficinas, foi realizada ainda uma mostra de cinema em praça pública para que toda a população pudesse assistir aos filmes produzidos. 

 

Sobre o Semiárido em Foco 

 

O programa Semiárido em Foco é apresentado todas às sextas-feiras, às 14 h, na sede do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI), em Campina Grande (PB) e é transmitido ao vivo pelo site do Insa.

 

Programação 

 

14h – Acolhida pelos alunos do Projeto Semiárido em Tela.

 

14h15 – Exibição dos filmes: “Comunidade Quilombola Serra do Abreu: História de um Povo” e “Plantas Medicinais: uma experiência que deu certo”. 

 

14h30 – Relato de experiência (facilitadoras Kel Baster/Kilma Russana e participantes do Projeto).

 

15h – Diálogo com professora Regina Behar (UFPB) sobre cinema e educação 15h30 – Exibição filmes: “Cine Caruso: Por trás das câmeras” e “A mulher que mentia para vender santos”.

 

16 – Encerramento.