Portal do Governo Brasileiro

Lançado no dia 28 de abril, a primeira versão do Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB) se estrutura como ferramenta para pesquisas e políticas públicas para a região semiárida brasileira 

 

Com o propósito de reunir informações para agilizar e facilitar o acesso aos dados científicos sobre a região semiárida brasileira, o Instituto Nacional do Semiárido (Insa), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), lançou no último dia 28 de abril, a primeira versão do Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB), que corresponde ao Módulo Básico.

 

Dentre os diversos dados e informações já disponibilizados estão: levantamento sobre estabelecimentos agropecuários do Semiárido, programas sociais do Governo Federal, população do Semiárido, Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios, Produto Interno Bruto (PIB) do Semiárido, dados sobre rebanhos e produção de cereais no Semiárido e previsão do tempo.

 

No Acervo Digital, ainda podem ser encontrados mapas temáticos com informações atualizadas sobre a região, índice de vegetação do Semiárido, biomas, informações demográficas, bacias hidrográficas, entre outros dados.

 

Documentos históricos sobre o período colonial e imperial do Semiárido brasileiro também podem ser acessadas no Sistema, além dos saberes e iniciativas compartilhados e popularizados desde 2011 pelo programa Semiárido em Foco e das experiências de convivência captadas pelo Semiárido em Tela.

 

Conheça o Sistema

 

Atualmente várias instituições produzem informações e dados de interesse para a região, os quais se encontram dispersas e até inacessíveis. Levando em conta que a informação é fundamental para o desenvolvimento da região semiárida, desde 2011 o Insa tem envidado esforços na estruturação e implantação do SIGSAB.

 

O objetivo é reunir e disponibilizar dados e informações econômicas, sociais, ambientais e da infraestrutura instalada na região, bem como divulgar experiências, conhecimentos e estudos como forma de gerar novos conhecimentos no campo da ciência, tecnologia e inovação. O SIGSAB foi lançado com o desafio de se consolidar como ferramenta de sistematização e acesso a informações e dados confiáveis sobre o Semiárido brasileiro.

 

O Sistema foi planejado para operar em plataforma web (www.insa.gov.br/sigsab) e o uso de suas ferramentas poderá subsidiar a realização de estudos e pesquisas que poderão contribuir inclusive na definição de políticas públicas e investimentos tanto públicos quanto privados, para o planejamento do uso sustentável dos recursos naturais.

 

O SIGSAB terá dois módulos de consulta: um básico e outro avançado. O módulo básico é direcionado a gestores de políticas públicas, organizações sociais, jornalistas e sociedade em geral; já o módulo avançado tem como público equipes técnicas de órgãos gestores, pesquisadores de Institutos de pesquisa em ciência, tecnologia e inovação, e professores de Universidades.

 

As informações abrangem todo o Semiárido brasileiro que se estende por oito estados da região Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) mais o Norte de Minas Gerais, totalizando uma extensão territorial de 980.133,079 km2, distribuídos em 1.135 municípios, e no qual reside uma população de 22.598.318 habitantes.

 

Texto: Catarina Buriti (Ascom do Insa)