Portal do Governo Brasileiro

Um novo olhar sobre o Semiárido Brasileiro 

Resenha por: Roberto Malvezzi (Gogó)

 

O que há algumas décadas atrás nos parecia impossível, hoje já é realidade, embora ainda não em sua plenitude. Olhar o Semiárido Brasileiro pelas lentes de suas “riquezas, diversidades e saberes” é novo e inovador.

 

O Instituto Nacional do Semiárido (INSA) talvez seja a melhor expressão em nível institucional desse novo olhar. Quando se discute essa região do Brasil é preciso interrogar todas as velhas opiniões e estar aberto para entender o inaudito. É preciso estar aberto a surpresas.

 

Nas últimas décadas a sociedade civil organizada conseguiu traduzir em programas, tecnologias, articulações, saberes, essa nova visão da região, a qual chamamos de convivência com o Semiárido. O resultado visível é que nessa última grande estiagem – 2010 a 2013 -, já não tivemos as grandes migrações, nem a necessidade das famigeradas “frentes de emergência”, nem tivemos saques famélicos, nem tivemos a mortalidade infantil, nem falamos mais em genocídio humano. Não é pouco, ao contrário, é uma conquista histórica.

 

Nela estão contidas as informações básicas sobre o Semiárido, como uma cartilha mesmo, para informar sobre esse novo olhar. Bem desenhada, ilustrada, com fotos, com pequenos textos, está aí um ótimo material didático até para as escolas e para a educação popular.

 

Precisamos trabalhar essa nova compreensão, no conjunto da sociedade, mas também na educação oficial da região. Assim poderemos formar um novo imaginário sobre ela, a partir dela mesma, para todo o Brasil.

 

Outros materiais virão e novas realidades também. Sempre para melhor. O Semiárido da fome, da sede e do genocídio humano em breve tempo será uma página virada da história.