Portal do Governo Brasileiro

Crianças entrevistam pesquisador Geovergue Medeiros  Crianças entrevistam pesquisador Geovergue Medeiros

Na ocasião, os alunos tiveram a oportunidade de entrevistar pesquisadores das áreas de produção animal e reúso de águas. Também puderam conhecer a infraestrutura do Instituto para realizar pesquisas para o Semiárido brasileiro. 

 

Os alunos do Projeto Semiárido em Tela visitaram, na última segunda-feira, dia 01 de setembro, a sede do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI), com o objetivo de coletar informações para elaboração dos roteiros dos filmes que serão produzidos por eles. Os jovens são filhos dos agricultores participantes do Projeto de pesquisa em Revitalização da Cultura da Palma Forrageira, desenvolvido pelo Insa em 26 municípios da Paraíba, dentre eles, na comunidade de Poço das Pedras, em São João do Cariri.

 

Nesta fase das oficinas do Semiárido em Tela, os jovens elaboram o roteiro dos documentários que irão produzir sobre as histórias de convivência com o Semiárido. Durante a visita ao Insa, os participantes entrevistaram o pesquisador Geovergue Rodrigues de Medeiros que apresentou a importância econômica da palma. “A palma é a rainha das forrageiras. Ela é fundamental para o estoque de alimento e água, mas deve ser cultivada em consórcio com outras plantas. É necessário salientar no documentário a palma como elemento nobre para a região e conscientizarmos do valor nutricional também para a alimentação humana”, ressaltou.

 

Já a pesquisadora Cláudia Reis explanou sobre as tecnologias sociais que colaboram na economia e armazenamento da água durante os períodos de estiagem. O grupo conheceu de perto o projeto de Reúso de águas e suas potencialidades para o Semiárido brasileiro, desenvolvido pelo Insa com o intuito de avaliar a viabilidade do uso de águas de origem doméstica na recuperação de áreas degradadas.

 

A partir das informações levantadas junto aos pesquisadores, os participantes destacaram os principais pontos discutidos durante as entrevistas e sistematizaram a estrutura dos roteiros dos documentários sobre a importância da palma como estoque de alimento e água para a região semiárida e sobre a conservação dos rios intermitentes, como por exemplo, o rio Taperoá, fonte principal de água para a comunidade de Poço das Pedras. A previsão é que os alunos iniciem as filmagens ainda neste mês de setembro.

 

Semiárido em Tela

 

O Projeto Semiárido em Tela é uma iniciativa do Insa, em parceria com o Projeto Cine Mandacaru, que tem o objetivo de pesquisar, capacitar, registrar e difundir a ciência e a tecnologia por intermédio do cinema, sendo a própria população protagonista na produção de obras audiovisuais que contam histórias de convivência com o Semiárido.

 

 Texto: Ascom do Cine Mandacaru