Portal do Governo Brasileiro

Prêmio Nordeste de Ciência do Solo Prêmio Nordeste de Ciência do Solo

 

Ex-diretor do Insa, o pesquisador Ignacio Salcedo foi congratulado com a Medalha “Prêmio Nordeste de Ciência do Solo”, do Núcleo Regional Nordeste da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo.

 

O pesquisador do Insa, Ignacio Hernán Salcedo, foi congratulado com a Medalha “Prêmio Nordeste de Ciência do Solo”, do Núcleo Regional Nordeste da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. A entrega da premiação ocorreu na tarde desta segunda-feira, dia 12 de setembro, durante a programação da 3ª Reunião Nordestina de Ciência do Solo, em Aracaju (SE). A homenagem reconhece as atividades do pesquisador nas áreas de ensino, pesquisa e extensão em prol do avanço da ciência do solo na região Nordeste do Brasil.

 

Doutor em Ciência dos solos pela Michigan State University, Estados Unidos, Salcedo desenvolve no Brasil, desde os anos 1970, uma proeminente trajetória na área de pesquisa e conservação dos solos do Semiárido brasileiro.

 

Como diretor do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTIC), na gestão 2011-2015, colocou o uso sustentável dos solos do Semiárido como tema estratégico para o Instituto. Considerou as ações de pesquisa e capacitação para o manejo e uso sustentável dos solos, das águas e da vegetação como estratégias fundamentais para combater a degradação e promover relações sociais mais adequadas à conservação dos recursos naturais, incluindo diretamente os solos.

 

No Insa, também coordenou a execução de projetos estruturantes de combate à desertificação, conservação e recuperação de áreas degradadas. Atuando em conjunto com organizações da sociedade civil que integram a Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA), desenvolveu um trabalho de pesquisa, catalogação e intercâmbio de tecnologias sustentáveis utilizadas por agricultores experimentadores dos nove estados do Semiárido brasileiro.

 

Outra iniciativa da gestão de Salcedo foi o projeto de monitoramento sistemático da desertificação, visando gerar informações consistentes para a região semiárida. Este projeto também buscou articular diversos atores sociais, institucionais e supranacionais para subsidiar e promover políticas públicas de auxílio nessa área.

 

Ao ser comunicado da premiação, o pesquisador afirmou que “receber a mensagem na qual aparecia meu nome como parte de uma lista tríplice foi uma imensa alegria, nunca esperei por isso. Ter sido agora escolhido para receber o prêmio me deixa muito emocionado, me sinto muito agradecido aos colegas e alunos que decidiram pelo meu nome”.

 

Texto: Catarina Buriti (Ascom do Insa) Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.