Portal do Governo Brasileiro

Pesquisadores do Núcleo de Recursos Hídricos - George Lambais e Matheus Mayer, com o voluntário do projeto - Erico Melo Pesquisadores do Núcleo de Recursos Hídricos - George Lambais e Matheus Mayer, com o voluntário do projeto - Erico Melo

 

Entre os dias 09 e 11 de dezembro foi realizada mais uma etapa do programa de aceleração do Desafio NEVE, na cidade de São Paulo. Estiveram presentes os pesquisadores do Núcleo de Recursos Hídricos, Mateus Mayer e George Lambais, onde na oportunidade deram continuidade ao processo de construção do Plano de Ação, que será apresentado no último encontro presencial que acontecerá em fevereiro de 2020. Durante o evento citado, os pesquisadores tiveram o auxílio de mentores de diversas áreas, visando solucionar os desafios do projeto do INSA que está concorrendo ao prêmio. No fechamento do evento, alguns voluntários da empresa Kimberly Clark (patrocinadora do Desafio) realizaram conversas com a equipe do INSA, onde foram disponibilizadas contribuições para o aprimoramento do projeto.
No próximo dia 20, um desses voluntários visitará, o projeto desenvolvido pelo INSA na zona rural de Cubati-PB, para conhecer mais detalhes.
 
O projeto do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Unidade do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que está entre as 10 melhores iniciativas do Desafio “Banheiros mudam vidas”, da marca NEVE, refere-se ao Sistema de Tratamento de Esgoto e Reúso Agrícola Familiar, que foi desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Programa de Aplicação de Tecnologias Apropriadas (PATAC), como uma solução de saneamento básico rural para a região semiárida do Brasil.
 
O foco principal da competição é o apoio a projetos e negócios que ofereçam soluções inovadoras para ao menos um dos desafios do programa e que tenham potencial de causar impacto social e ambiental nas diferentes comunidades brasileiras
 
Os desafios consistem em: 1° sensibilizar e mobilizar a sociedade quanto à importância da coleta de esgoto; 2° programar tecnologias inovadoras de coleta e tratamento de esgoto doméstico e 3° promover a temática como pauta principal na agenda política.

 

Texto: Elaine Campelo
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Fotos: Pesquisadores do Insa



NOTÍCIAS RELACIONADAS


BOLETIM
INFORMATIVO

VÍDEOS

INSA NA
MÍDIA

EDITAIS

EVENTOS