Portal do Governo Brasileiro

 

Produzida pelo Núcleo de Recursos Hídricos, o sistema de tratamento de esgoto total é composto de Reator UASB (anaeróbio) seguido de lagoas de polimento

 

No final de 2018 foi firmado um acordo de cooperação técnico-científica entre o Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Unidade do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada ( IRPAA), Organização Não Governamental, para expansão de um projeto desenvolvido pelo INSA em parceria com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e o Programa de Aplicação de Tecnologias Apropriadas (PATAC). O projeto trata-se de um sistema de tratamento de esgoto e reúso agrícola familiar, que propõe uma solução de saneamento básico para zonas difusas do semiárido brasileiro.

 

A previsão para conclusão da obra dos 20 sistemas de tratamento de esgoto é de fevereiro de 2020A previsão para conclusão da obra dos 20 sistemas de tratamento de esgoto é de fevereiro de 2020

 

No início de 2019 foram implantados em Juazeiro (BA), onde é localizada a sede do IRPAA, os quatro primeiros sistemas de tratamento. Atualmente o IRPAA está implantando mais 20 sistemas em comunidades rurais, ampliando sobremaneira a tecnologia desenvolvida pelo INSA. Foram implantados até então quatro sistemas com reator UASB, alcançando cinco casas, resultando em aproximadamente 20 pessoas beneficiadas.

 

Desses quatro sistemas, o 1° foi utilizado para uso didático pela Cáritas Alemã, no Centro de Formação Dom José Rodrigues, atendendo a duas residências, o qual está sendo monitorado ao nível laboratorial. O 2° está sendo utilizado na comunidade Mocambo, munícipio de Curaçá. O 3° em Fartura, munícipio de Sento Sé, ambos pela Cáritas Alemã. E o 4° no distrito de Massaroca, munícipio de Juazeiro, via Secretária de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia, ambos são usados 1 por família cada.

 

 

Em relação aos outros 20 sistemas, acontece esta semana uma capacitação de profissionais que serão responsáveis por construí-los, tendo como previsão para conclusão da obra fevereiro de 2020. A abrangência da expansão é da ordem de 20 famílias, correspondendo à cerca 100 pessoas de quatro comunidades, sendo um sistema por família, e cinco por comunidade, são elas: Caiçara e Cipó, situadas no município de Juazeiro (BA), e Santana e Frade, situadas no município de Curaçá (BA).

 

Além do reator UASB, o IRPAA também está trabalhando com Bioágua e Bacia de Evapotranspiração, além do trabalho de formação em Saneamento Rural apropriado ao Semiárido.

 

 Texto: Elaine Campelo
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Fotos: Pesquisadores do Insa




NOTÍCIAS RELACIONADAS


BOLETIM
INFORMATIVO

VÍDEOS

INSA NA
MÍDIA

EDITAIS

EVENTOS