Portal do Governo Brasileiro

Divulgação Divulgação

 

Na atualidade, os maiores desafios sobre a utilização dos Recursos Hídricos são: 1º A qualidade da água fornecida para as população urbana e rural e 2º Poluição das águas potáveis, ambos os fenômenos causados pelo crescimento populacional acelerado das últimas décadas e, intensificados, pelas mudanças geográficas e climáticas globais. Tendências estatísticas que acarretam no aumento do desenvolvimento de microrganismos e substâncias potencialmente tóxicas e prejudiciais aos consumidores finais dos Recursos Hídricos distribuídos por Governos e empresas.

 

Para avaliar essa condição alarmante, os pesquisadores do Instituto Nacional do Semiárido Brasileiro (Insa), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) publicaram um artigo no períodico internacional African Journal of Biotechonolgy, retratando o potencial de uso da palma elefante (Opuntia stricta) no tratamento da água contaminada por cianobactérias. Este trabalho é pioneiro, uma vez que, apesar de estudos prévios já relatarem o potencial de uso da palma no tratamento da água, ainda não havia sido registrada o potencial  desta planta para remoção de cianobactérias.

 

Segundo a literatura científica, as cianobactérias são organismos potencialmente produtores de cianotoxinas que podem entrar em contato com os seres humanos tanto através do consumo de água contaminada, como por meio do consumo de hortaliças, verduras e pescado que sejam cultivados em águas com florações de cianobactérias. Deste modo, soluções locais e de baixo custo são fundamentais para diminuir os danos causados pelas cianobactérias nas reservas hídricas do mundo inteiro.

 

Este é o primeiro trabalho do grupo derivado do projeto Eutrofização em reservatórios de usos múltiplos no Semiárido: Monitoramento e desenvolvimento de tecnologias para controle de cianobactérias e cianotoxinas que possuem como objetivos monitorar cianobactérias e cianotoxinas no Semiárido brasileiro, bem como propor medidas alternativas para tratamento da água a partir dos Recursos Naturais da Caatinga.

 

O artigo pode ser acessado através do link: http://academicjournals.org/journal/AJB/article-abstract/A762ECB61946

 

Ascom do Insa
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.br 
Foto: Divulgação


NOTÍCIAS RELACIONADAS


BOLETIM
INFORMATIVO

VÍDEOS

INSA NA
MÍDIA

EDITAIS

EVENTOS