Portal do Governo Brasileiro

Debatendo as possibilidades de tecnologias para proporcionar a comunidades rurais o acesso ao tratamento adequado do esgoto, foi realizado entre os dias 11 e 13 de março, no município de Juazeiro (BA), o Curso de Saneamento Rural promovido pelo Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA).

 

A atividade que teve como participantes agricultores, pesquisadores, integrantes do poder público estadual e colaboradores do Irpaa, discutiram questões como: o que fazer com a água no meio rural, sua reutilização, quais tecnologias disponíveis e direito ao saneamento rural.

 

Um dos palestrantes do Seminário foi o pesquisador da área de Recursos Hídricos do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTIC), Mateus Cunha Mayer, que apresentou o sistema de tratamento de esgoto total, composto de Reator UASB (anaeróbio) seguido de lagoas de polimento. Esse tipo de tratamento faz parte de tecnologias de tratamento de esgoto para reuso agrícola que já são desenvolvidas pelo Insa em parceria com Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

 

 Segundo ele pode-se destacar como vantagens desta tecnologia, o alto nível de remoção de matérias orgânicas, a preservação de nutrientes importantes para as plantas e a diminuição de patógenos, que são nocivos à saúde humana. Este modelo de tecnologia faz o tratamento das chamadas águas totais, que inclui as águas advindas do vaso sanitário. O pesquisador ainda apresentou o sistema conhecido por Bioágua, que trata as águas cinzas, estas provenientes do uso em pias, chuveiros, máquinas de lavar etc.

 

Apresentando bons resultados de análises laboratoriais, Mayer garantiu a segurança sanitária no uso da água de esgoto tratada, porém fez observações no que diz respeito à forma de aplicação. “É recomendado irrigar na superfície do solo. Não irrigue diretamente na fruta ou na folha. Aí você vai ter a segurança sanitária”, garante ele.

 

O Irpaa está implantando no Centro de Formação Dom José Rodrigues, o reator anaeróbico seguido de lagoas de polimento. Já o sistema de tratamento das águas cinzas está implantado pela instituição em algumas residências na comunidade de Canoa, em Juazeiro, local onde as/os participantes do evento viram de perto o funcionamento da tecnologia.

 

Samuel Castro é da região de Amalhador, em Casa Nova (BA). Ele também participou da formação e conheceu a proposta de reuso do esgoto tratado um pouco antes do evento, e diz que já está divulgando a ideia junto a familiares. “Quando viajei para minha comunidade já repassei para os meus familiares”. Assim como Samuel, seus familiares ficaram surpresos com a novidade, mas interessados, tendo em vista a importância sanitária e ambiental. “Tanto a gente protege o meio ambiente e também livra das bactérias nossos animais domésticos e crianças”, argumenta Samuel.

 

O IRPAA

 

O IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada é uma Organização Não Governamental sediada em Juazeiro, na Bahia. A Convivência com o Semiárido é a sua maior e mais importante meta. Soluções eficazes, que respeitam as características do povo e das terras desta região, são as alternativas que o instituto oferece através de seus diversos projetos. 

 

 

Com informações: Ascom do IRPAA
Edição: Renally Amorim (Ascom do Insa)

Fotos: Ascom do Irpaa



NOTÍCIAS RELACIONADAS


BOLETIM
INFORMATIVO

VÍDEOS

INSA NA
MÍDIA

EDITAIS

EVENTOS