Portal do Governo Brasileiro

Pesquisadores que integram a rede multidisciplinar do INCT- ONDACBC participam de Workshop - Foto: INCT-ONDACBCPesquisadores que integram a rede multidisciplinar do INCT- ONDACBC participam de Workshop - Foto: INCT-ONDACBC

 

Pesquisas experimentais e de modelagem da dinâmica de água e carbono no Semiárido brasileiro são discutidas por Pesquisadores no IV Workshop da ONDACBC.

 

O Observatório Nacional da Dinâmica da Água e de Carbono no Bioma Caatinga (ONDACBC) realizou entre os dias 29 e 30 de novembro na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em Natal (RN), a IV Reunião Geral e o I Workshop do ONDACBC em parceria com a Universidade Federal de Rio Grande do Norte (UFRN). O evento teve como tema central “integrando pesquisas para consolidação e o fortalecimento do ONDACBC”.

 

O ONDACBC faz parte do seleto grupo de 100 projetos dos Institutos Nacionais de Ciência de Tecnologia (INCT) e, trata-se de uma rede multidisciplinar de pesquisadores nacionais do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTIC) Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN),Empresa Brasileira de Agropecuária (EMBRAPA), Universidade de Pernambuco (UPE), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e internacionais da Texas A&M e Duke, EUA; Guelph, Canadá; IRD e ENTPE, França, que atuam no desenvolvimento de pesquisas experimentais e de modelagem da dinâmica de água e carbono no Semiárido brasileiro.

 

De acordo com o Dr. Adrin Perez-Marin, Pesquisador do Insa, “esse é um tema relativamente pouco explorado no Bioma Caatinga, mas que hoje conta com grupos de pesquisa nas principais instituições da região Nordeste”.

 

Durante o IV Workshop a rede multidisciplinar do I workshop do ONDACBC, a partir de elementos conceituais, vivenciais e de resultados de pesquisa, os Pesquisadores debateram e compartilharam  resultados obtidos até o momento no campo de climatologia, dinâmica de uso da terra e ciclagem de nutrientes no Semiárido brasileiro.

 

No decorrer das discussões, os Pesquisadores destacaram a necessidade de balanços hídricos abrangentes em um bioma marcado pela semiaridez. Segundo eles, os balanços são necessários para estimativas da disponibilidade hídrica para lavouras e para abastecimento humano e animal. “Com esta iniciativa, os Pesquisadores pretendem aportar na geração dos dados necessários para aprimorar essas estimativas”, sublinhou Dr. Rômulo Menezes e acrescentou: “outra contribuição será aquela relacionada com a mudança no uso da terra e seu efeito nos fluxos de CO2, de água e de energia, que são processos cruciais para o entendimento de como ocorrem o sequestro ou emissão de carbono nesse Bioma e os fluxos de água para reservatórios”.

 

Na opinião do Coordenador do INCT-ONDACBC, Professor Dr. Antonio Celso Dantas Antonino, da UFPE, “existe uma grande lacuna nos dados para as estimativas dos estoques de carbono e nitrogênio e das emissões e remoções de gases de efeito estufa no Bioma Caatinga”.  Ainda de acordo com Dr. Antonino, “as estimativas que o Brasil hoje apresenta para o Bioma são baseadas em dados pontuais e fragmentados, que ainda não representam a diversidade dos solos, vegetação e usos da terra”.

 

Numa perspectiva mais ampla, o INCT-ONDACBC espera ao longo do desenvolvimento do Projeto reunir os esforços desses grupos para conduzir pesquisas de longo prazo em escala regional, sistematizar o conhecimento gerado, formar recursos humanos e subsidiar a formulação de políticas públicas para apoiar a adaptação dos sistemas de uso da terra à variabilidade climática da região. Essa iniciativa é pioneira e importante para a região e para o país.

 

 

Texto: Aldrin M. Perez-Marin e Andrea Carla de Azevedo
(Núcleo de Desertificação e Agroecologia)
Membro do INCT-ONDACBC 



NOTÍCIAS RELACIONADAS


BOLETIM
INFORMATIVO

VÍDEOS

INSA NA
MÍDIA

EDITAIS

EVENTOS