Portal do Governo Brasileiro

Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável

 

A Sociedade Científica do Semiárido Brasileiro (SCSB), em parceria com a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal Rural do Semiárido (PROPPG-UFERSA) e o Instituto Nacional do Semiárido (Insa), realizará na próxima segunda- feira, dia 09, a 1ª Reunião para a Criação da Rede Interdisciplinar e Interinstitucional de Pesquisa e Desenvolvimento Sustentável do Semiárido Brasileiro (#RedeSemiárido). A atividade terá início às 8:30h, na Sede do INSA, em Campina Grande (PB).

 

O pesquisador, Aldrin M. Perez-Marin, do grupo de pesquisa em Desertificação e Agroecologia do INSA considera uma “iniciativa inovadora na gestão transdisciplinar do conhecimento científico em territórios do Semiárido brasileiro”.

 

O evento passo a passo:

 

Na primeira parte da manhã acontecerá uma mesa-redonda onde será discutido o seguinte tema: RedeSemiárido - Uma alternativa para o desenvolvimento regional” e trará as seguintes reflexões: Papel da Sociedade Científica do Semiárido Brasileiro no Desenvolvimento do Semiárido; Pós-graduação no Semiárido brasileiro e o Desenvolvimento Regional;  INCTs e o desenvolvimento regional uma análise do cenário atual.

 

Na segunda parte da manhã, acontecerá mais uma mesa-redonda, onde será discutido: Fomento à Pesquisa e Inovação para o desenvolvimento do Semiárido Brasileiro: - Fundo de Desenvolvimento Econômico/Científico, Tecnológico e de Inovação (FUNDECI) e o desenvolvimento regional; Formas de Apoio da FINEP para o Nordeste; O papel das FAPs no financiamento das pesquisas.

 

No fim do dia está programada uma Oficina de trabalho para começar a montar a proposta da REDE SEMIÁRIDO e os Encaminhamentos necessários para a viabilização da rede.

 

A proposta visa à criação de uma articulação mais intensa entre diversas Universidades do Semiárido, com perspectivas para acelerar o desenvolvimento Científico e Tecnológico da região. Na ocasião participarão Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação das Universidades, bem como Coordenadores de cursos de Pós-Graduação do Semiárido. O INSA, a UFERSA e a SCSB têm papel estratégico nessa construção, como articuladores desse novo movimento em prol do Semiárido.

 

Confira a Programação

 

 Texto: Simone Benevides (Núcleo de Popularização da Ciência do Insa)
Aldrin Pérez (Núcelo de Desertificação do Insa)